Miguel Lobo | BMW Nine T – Pureza da forma
269
post-template-default,single,single-post,postid-269,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.1.2,vc_responsive

BMW Nine T – Pureza da forma

BMW Nine T – Pureza da forma

Não é preciso revisitar muitas vezes as fotografias desta máquina para perceber que a BMW Motorrad desta vez abriu o livro: A BMW Nine-T é uma mota fabulosa que permite sonhar em estilo cafe racer, personalizar quanto baste, tudo directamente de uma moto de série. A factura é alta, melhor dito, muito alta, porque 15.000€ é muito dinheiro, com a Yamaha MT-07 como opção mais em conta, ou a Ducati Diavel se tiverem bolsos fundos.

[prkwp_styled_title prk_in=”Características Técnicas” align=”Left” title_size=”Small” use_italic=”No” samba_show_line=”Yes”]

→ Motor: Boxer bicilíndrico a 4 tempos
→ Cilindrada: 1.1170 cm3
→ Potência: 110 cv (81 kW) às 7.500 rpm
→ Binário: 119 Nm às 6.000 rpm
→ Velocidade Máx: mais de 200 km/h
→ Transmissão: Caixa de 6 velocidades e cardan
→ Jante dianteira: 3.50 x 17″
→ Jante traseira: 5.50 x 17″
→ Pneus dianteiro: 120/70 ZR 17
→ Pneus traseiro: 180/55 ZR 17
→ Travão dianteiro: Dois discos flutuantes, diâmetro de 320 mm, pinça radial de quatro êmbolos
→ Travão traseiro: Disco com diâmetro de 265 mm, pinça flutuante de êmbolo duplo
→ ABS: BMW Motorrad ABS
→ Comprimento: 2.220 mm
→ Largura (com espelhos): 890 mm
→ Altura (sem espelhos): 1.265 mm
→ Altura do assento: 785 mm
→ Peso: 222 kg
→ Capacidade Depósito: 18 l